@{ if (Request.Cookies["primeiroAc"] == null || Request.Cookies["primeiroAc"].Value == "1") { Domain.Entities.Aviso av = new Domain.Entities.Aviso(); av = (Domain.Entities.Aviso)ViewBag.PrimeiroAvisoSempre; if (av != null) {

@av.txtTitulo

@Html.Raw(av.Descricao)

} } }
@*

@ViewBag.PrimeiroAviso

*@

Alimentos fazem inflação de BH subir 1,70%

Compartilhe:

Fonte: O Tempo

A inflação voltou a dar as caras em Belo Horizonte. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a evolução dos gastos das famílias com renda de uma a 40 salários mínimos, apresentou uma variação positiva de 1,70% em janeiro, segundo divulgou ontem a Fundação Ipead/UFMG. Em dezembro de 2017, a inflação na capital foi de apenas 0,60%. Em novembro, fechou em 0,13%.

Dentre os 11 itens agregados que compõem o IPCA, os maiores destaques foram as altas de 10,82% para alimentos in natura, de 2,71% para despesas pessoais, de 2,39% para artigos de residência e de 2,19% para encargos e manutenção.

Cesta básica. Já o custo da cesta básica apresentou variação positiva de 5,58%, entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018 na capital. O valor da cesta em janeiro foi de R$ 404,60. Esse indicador aumentou também em 20 capitais brasileiras em janeiro, segundo pesquisa do Dieese.

Foram registradas altas mais expressivas em João Pessoa (11,91%), Brasília (9,67%), Natal (8,85%), Vitória (8,45%), Recife (7,32%) e Goiânia (0,42%).


associe-se!

A ACMINAS FAZ A SUA EMPRESA MAIS FORTE

A ACMINAS FAZ A SUA EMPRESA MAIS FORTE

Garanta a representatividade para ajudar sua empresa a crescer!

ASSOCIE-SE