EMPREENDEDORES SE UNEM PARA CRIAR PRÁTICAS DE CONSCIENTIZAÇÃO

Em tempos de pandemia, inúmeras empresas estão se unindo para criar ações de conscientização. Inspirados no movimento #StoptheSpread, que reúne mais de 400 CEOs e investidores dos Estados Unidos que se comprometeram a ajudar no combate à pandemia causada pelo novo coronavírus, a Magnetis, gestora de investimentos digital, e a Endeavor encabeçaram uma iniciativa similar no Brasil.

Por meio de um termo público de compromisso, eles estão convidando líderes e empreendedores das empresas nacionais a assinarem um documento que atestam seu compromisso com o combate à pandemia. Entre os tópicos abordados estão:

• Adotar imediatamente o trabalho remoto para todos os funcionários, sempre que possível, incluindo líderes;

• Fazer tudo o que pudermos para apoiar a força de trabalho na linha de frente, socorristas e profissionais de saúde;

• Apoiar fornecedores e prestadores de serviço autônomos, que não podem trabalhar remotamente, pagando por seus serviços, mesmo que eles sejam prestados depois;
• Sugerir aos funcionários que parem de realizar ou de participar de eventos públicos sociais não obrigatórios de qualquer tamanho.

“Acreditamos que é preciso agir agora para fazer a diferença, pensando na nossa responsabilidade com a sociedade e com as nossas equipes. Como líderes, estamos em uma posição única para dar força a esse movimento. Reconhecemos que são escolhas difíceis e que terão impacto significativo, mas acreditamos que são necessárias agora”, explica o CEO da Magnetis, Luciano Tavares.

Na Magnetis, por exemplo, a cultura do trabalho remoto faz parte DNA da empresa, que já tinha cerca de 30% do time trabalhando integralmente remoto. Diante da pandemia de coronavírus, a fintech decidiu adotar como medida preventiva o trabalho remoto para todos os funcionários desde o dia 13 de março. A princípio, esse formato será mantido até dia 30 de março, e poderá ser prorrogado o prazo caso necessário. Para engajar seus colaboradores a fintech criou algumas ações internas para o bem-estar da equipe.

“Adiantamos o pagamento do benefício de alimentação, criamos o happy hour remoto: toda sexta vamos sortear grupos de oito pessoas para um happy hour remoto. Além disso, criamos canais para compartilhar dicas de bem-estar e produtividade no trabalho remoto e dicas culturais para esse período de isolamento social”, diz o CEO da empresa. (Da Redação)

Diário do Comércio – 25/03/2020

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.