Banco Central – medidas anunciadas

O Banco Central efetivou medidas  para auxiliar a economia brasileira neste contexto de incertezas. A autoridade monetária do país reduziu a taxa Selic para 3,75% ano (sexta redução consecutiva) e liberou R$ 203 bilhões em depósitos compulsórios com objetivo elevar os meios de pagamento, isto é, de ampliar o mercado de crédito com a redução dos juros. Esta ação ajudará, especialmente, as micro e pequenas empresas a financiar o seu capital de giro durante a crise, assim, evitando possíveis demissões.

MEDIDAS ANUNCIADAS PELO BANCO CENTRAL

Liberação de R$ 1,2 trilhão para economia

Fonte: Banco Central do Brasil

Compulsório + Liquidez de curto-prazo (LCR) – R$ 135 bihões

Liberação adicional de compulsório – R$ 68 bilhões

Flexibilização de LCA – R$ 2,2 bilhões

Empréstimos com lastro em LF garantidas – R$ 670 bilhões

Compromissadas com títulos soberanos brasileiros – R$ 200 bilhões

Nova DPGE (Depósito a Prazo com Garantia Especial) – R$ 200 bilhões

Empréstimos com lastro em debêntures –R$ 91 bilhões

Total: R$ 1,2 trilhão

% do PIB: 16,7%.