AGORA É CRIME NÃO PAGAR O ICMS DECLARADO

O STJ dá uma guinada e decide por sua 3ª Seção que agora é crime não pagar o ICMS declarado.
Recentemente, em artigo publicado no JurisWay  sob o título: NÃO É CRIME FISCAL DEIXAR DE PAGAR O ICMS DECLARADO PELA EMPRESA SEM O DESCONTO OU A COBRANÇA DO IMPOSTO, apresentamos uma posição diametralmente oposta, sob o enfoque de uma Decisão da Quinta Turma daquele Tribunal Superior ao considerar que “aquele que declara o ICMS devido pela própria empresa, porém deixa de recolher os valores aos cofres públicos, e cujo inadimplemento foi descoberto quando da análise dos lançamentos realizados nos livros fiscais, não incide na figura típica do artigo 2º, inciso II, da Lei n. 8.137/90, porquanto o tipo penal exige o desconto ou a cobrança do imposto.” Fonte: https://www.jurisway.org.br/v2/dhall.asp?id_dh=19939
ICMS
Por força daquele julgamento, os sócios foram considerados inadimplentes e absolvidos da acusação de crime fiscal.
Ora, agora vem a 3ª Seção do STJ, em caso idêntico diverge e tipifica como crime fiscal a falta de pagamento do ICMS declarado, criando, data vênia, uma instabilidade que compromete seriamente a segurança jurídica que deveria imperar nas Cortes Superiores.
Notadamente essa divergência de decisões na área criminal proferidas pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ revela, no mínimo, uma desarmonia que é flagrantemente prejudicial ao sistema.
Urge, em nome da estabilidade e segurança jurídica, a uniformização de alguns temas pela Colenda Corte Superior.
Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Assessor Jurídico da ACMinas.
A ACMinas disponibiliza ao associado o serviço de Assessoria Jurídica, colocando à sua disposição uma equipe permanente de advogados especializados que presta os esclarecimentos necessários nas áreas do direito cível, comercial, tributária e trabalhista.
O horário de funcionamento é das 08:00 às 12:00 e de 14:00 às 18:00, de segunda a sexta-feira.
Associe-se!

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.