Conselho debate Plano Estratégico Ferroviário

Apresentar o Plano Estratégico Ferroviário e debater o futuro do setor em Minas e no Brasil. Com esses objetivos, o Conselho Empresarial de Infraestrutura e Logística realizou, no dia 07 de junho, encontro virtual com a presença da superintendente de Transporte Ferroviário da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), Vânia Cardoso, e diversos conselheiros da ACMinas.

No encontro, o conselheiro Ramon Victor César, especialista no ramo, fez uma apresentação do Plano Estratégico Ferroviário de Minas Gerais, elaborado pela Fundação Dom Cabral (FDC). Ele fez um histórico do processo de construção do plano e apresentou o contexto e o diagnóstico do transporte ferroviário mineiro. Entre outros pontos, mostrou que o país possui 30 mil km de ferrovias, sendo 5 mil em Minas Gerais. 

César destacou também que, no cenário atual, o minério de ferro representa  imensa parte da produção de transporte por carga em ferrovias de Minas. Num segundo momento, o conselheiro mostrou as propostas futuras para o setor, tanto na área de trem de passageiros, como no transporte de carga. Entre as propostas, estão a construção de novas linhas e adequação de ferrovias já existentes.

Vânia Cardoso reforçou que a Seinfra está engajada com os investimentos no modal ferroviário mineiro, e busca por recursos tanto privados como federais para o setor. Ela disse ainda que o Estado busca fomentar o desenvolvimento tecnológico no ramo. “Somados, os valores garantidos pela renovação de concessões ferroviárias estão em R$60 milhões anuais para investir no desenvolvimento tecnológico e na preservação da memória ferroviária”, afirmou.

Luiz Athayde Vasconcelos, presidente do Conselho, ressaltou a importância dos investimentos no setor ferroviário. Ele destacou que o conselho já discutiu os setores do modal aéreo e rodoviário, e que os debates sobre o modal ferroviário fecham o ciclo. O vice-presidente, Marcos Brafman, parabenizou a FDC pelo estudo apresentado, afirmando que a ACMinas deve intensificar as discussões sobre o tema investimento estruturante.

 

Compartilhe

Receba novidades por email

Assine nosso informativo

Não enviamos Span, apenas as última novidades.

Mais Lidos

Veja mais: