Covid-19: o principal motivo da inovação em 2020

Por: Bernardo Almeida*

Escrevo esse texto da minha casa. As ruas seguem vazias há semanas e, ao que tudo indica, seguirão assim por um tempo. O que não vemos, nessa suposta calma, são as aceleradas mudanças no ambiente de negócios, nas relações de trabalho e no modo como enxergamos a produtividade.

Há um tempo, escrevi um artigo sobre a revolução provocada pela inovação, nele falei sobre alguns dos principais desafios enfrentados por empresas para contratar e reter jovens talentos que já não se encaixam no modelo tradicional de trabalho. E agora, eis que o tema inovação volta à pauta. Isso me faz perguntar: qual foi, nos últimos anos, o nome mais forte da inovação no ambiente de negócios? Uber, Apple, Google, Jobs, Gates, Zuckerberg? Não. O grande responsável por mudanças e pelas últimas inovações nos negócios foi, curiosamente, o Covid-19. 

Entre as empresas, mesmo aquelas que estão na vanguarda da inovação, os esforços para introduzir práticas disruptivas no processo de trabalho são imensos, e nem sempre efetivos. Eis que nos vemos diante de uma situação onde tudo precisa se adequar, e muito rápido. Trabalho remoto, ferramentas para se relacionar com clientes, novos canais de vendas, tudo foi contemplado de uma só vez com as limitações impostas pela pandemia. Mas há várias lições e muito o que se aprender com tudo isso.

Uma delas é que a vida acontece fora da zona de conforto. Sim, ser obrigado a trabalhar de casa, reunir via plataformas digitais e resolver questões com fornecedores e clientes por meio do WhatsApp ou outra ferramenta já é uma imposição que nos obriga a inovar. Aquela sempre recorrente pauta de inovação agora é obrigatória. E, finalmente, podemos entender que Bill Gates tinha razão quando disse: “existem dois tipos de empresas: as fazem negócios pela internet e as que estão fora dos negócios”. As referências são inúmeras, mas nunca antes experimentamos, com tamanha intensidade, o que é o significado da produtividade fora da zona de conforto.

*presidente do Conselho Empresarial de Jovens da ACMinas

Compartilhe

Receba novidades por email

Assine nosso informativo

Não enviamos Span, apenas as última novidades.

Mais Lidos

Veja mais: