Mineração em Terras Indígenas: Mudança de uma cultura – A Experiência de Fort McKay First Nation – Canadá

Com o aumento das tecnologias nos anos 2000, a elevação da população brasileira desde a constituição de 1988 possibilitou o aumento da informação da mesma pelo contato com a internet. Esse aumento possibilitou a dinâmica da relação social principalmente entre as comunidades, alertando para a população sobre a mineração ilegal em aldeias indigenas.

O Brasil  tem problemas complexos de mineração ilegal, e é um dos ultimos paises do mundo ocidental que ainda tem minerações ilegais em terras indigenas. “Temos 6 grandes terras indígenas intrudidas por mineradoras ilegais  e outras 2 grandes terras indígenas operando regularmente” relatou o associado e fundador da Organização Mineronegócio, Elmer Prata Salomão.

Segundo ele, resolver esse problema de desintrusão e encontrar uma forma razoável para que o índigenas possam aproveitar seus recursos naturais é um desafio enorme. As terras indígenas são geologicamente desconhecidas “não temos mapeamentos geológicos confiáveis e as únicas referências técnicas dessas áreas vem de atividade garimpeira que se instala nela” alertou Elmer. 

A apresentação a cerca do assunto foi realizada por Álvaro Pinto que expôs suas experiências inovadoras no Canadá na aldeia de Fort McKay (indios com descendência de 10 mil anos). Ao longo da exposição foram mostradas a localização, história, os direitos dos índios, o desenvolvimento da região, questões ambientais e como eles ainda lutam por essas questões. 

Assista agora:

Compartilhe

Receba novidades por email

Assine nosso informativo

Não enviamos Span, apenas as última novidades.

Mais Lidos

Veja mais: