Networking em tempos de pandemia Criar novas oportunidades e solidificar relações

Por: LUIZ HENRIQUE COPPOLI BARROS*

É inegável que a pandemia afetou a rotina de toda a sociedade. Inúmeras medidas estão sendo tomadas para que as atividades empresariais sejam mantidas, ainda que as autoridades determinem o lockdown, ou seja, o bloqueio total da cidade.

Com o comércio praticamente fechado, o networking entre empresários poderá fazer a diferença para um empreendimento continuar existindo. Já que uma rede de contatos ativa pode gerar novas oportunidades de negócios e ampliar as já existentes, especialmente em tempos de crise e distanciamento social.

O fato de os eventos sociais, como palestras, seminários, cursos, rodadas de negócios, happy hour e outros tipos de encontros presenciais, terem sido suspensos não deve impedir a conexão entre as pessoas. Pelo contrário, agora é um momento de intensificar ainda mais o networking, mesmo que de forma virtual, e expandir os horizontes.

Além disso, é importante aproveitar as oportunidades que o isolamento trouxe, como a necessidade de se “pensar fora da caixa”, para remodelar e expandir as atividades. Muitos estão se reinventando, desenvolvendo e implementando novos canais de venda para seus produtos ou serviços, outros estão trocando de ramo. O importante é não ficar parado, acompanhar as mudanças do mercado e se adaptar a elas.

O Conselho Empresarial de Jovens da ACMinas, por exemplo, tem promovido diversos encontros online, por meio de seu perfil no Instagram, para estimular e manter a conexão entres os empreendedores jovens. Nessa troca de experiências, erros e acertos são fundamentais para inovar e se transformar, especialmente em tempos de crise.

A criação de uma rede de contatos possibilita não apenas debater e construir novas ideias, mas criar novas oportunidades e solidificar relações para negócios futuros. E essa prática poderá ajudar as empresas a sobreviverem neste momento de paralisação de atividades.

Com a necessidade do isolamento social, o acesso às tecnologias encurtou as distâncias, tornando possível a criação e o desenvolvimento de conexões com profissionais do entorno, de outros bairros, cidades, Estados, regiões e até outros países. Consequentemente e virtualmente, as fronteiras territoriais foram “extintas”, proporcionando a possibilidade de expansão e crescimento dos negócios.

Além disso, o tempo e várias despesas para operações corporativas foram reduzidas com a utilização de salas de reuniões e conferências virtuais, com lives, shows a distância, trabalho remoto e outras atividades que vêm sendo realizadas digitalmente.

A pandemia já nos ensinou que, mesmo com as dificuldades que ela trouxe, é possível encontrar novas formas e meios de se adaptar, reinventar e inovar em vários campos e de diversas maneiras, inclusive na assistência ao cliente e no relacionamento com funcionários e fornecedores. Mas ela nos revelou ainda mais a força do networking e, principalmente, novas formas de cultivá-lo.

*DIRETOR DE RELACIONAMENTO DO ASSOCIADO DA ACMINAS JOVEM

Compartilhe

Receba novidades por email

Assine nosso informativo

Não enviamos Span, apenas as última novidades.

Mais Lidos

Veja mais: