Dicas para evitar a inadimplência

A inadimplência tem caído nos últimos meses no Brasil, o que é um indicativo animador de uma modesta e importante recuperação econômica do país. No entanto, o montante de inadimplentes brasileiros ainda é assustador. São mais de 59 milhões de devedores ao todo, número que representa 40% da população adulta brasileira.
O cenário de inadimplência infelizmente ainda representa um alto risco, especialmente para pequenas e médias empresas, que estão sujeitas a grandes prejuízos com os maus pagadores. Uma dúvida muito grande surge partindo desses números: como aumentar as vendas e faturamentos driblando a inadimplência?

Avalie o histórico pagador dos seus clientes

Consultar o histórico financeiro dos seus potenciais clientes em uma boa análise de crédito é uma forma eficiente de evitar aborrecimentos com consumidores pouco responsáveis com suas contas.
A ACMinas oferece aos seus associados o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), com o objetivo de trazer mais segurança e proteção às negociações de pessoas físicas e jurídicas. Uma proteção a mais tanto para sua empresa quanto para seus clientes e fornecedores. Saiba mais.

Mantenha os clientes satisfeitos

Uma relação próxima e transparente com seus clientes pode diminuir a inadimplência. Além de facilitar os contatos para cobrança, se necessário for, clientes satisfeitos tem menor tendência a postergarem os pagamentos.
A boa qualidade do serviço e principalmente o entendimento de que ele é necessário ao cliente, fará com que você seja colocado na lista de prioridades de alguém que esteja apertado no orçamento.
Além disso, manter as informações de seus clientes atualizadas vai te ajudar a perceber para quais clientes, e aqui certamente entram os mais antigos e fieis, você pode liberar créditos mais vantajosos para alavancar vendas e manter sua receita em alta.

Régua de cobranças eficaz

No fim das contas, você sempre vai estar sujeito a esta desagradável ocorrência: o pagamento não foi feito. E então vai precisar de um sistema eficiente de cobranças, de forma a evitar ao máximo uma postergação ainda maior dos pagamentos ou a completa inadimplência de um cliente seu.
O ideal é deixar um processo de ação definido para contornar essa situação sempre que for necessário, como por exemplo:
– Alertar o cliente já no primeiro dia de atraso, de forma um pouco mais fria e menos incisiva, como um lembrete. Pode ser utilizado via push num aplicativo, um e-mail ou um SMS.
– Estabelecer ações planejadas nos períodos de 3 dias, uma semana, duas semanas, três semanas, um mês, dois meses, três meses após o vencimento.
-Manter um prazo máximo de atraso para o qual haja cobrança oficial quando for excedido.
Com as datas de ativação das cobranças bem definidas, você poderá estabelecer a estratégia que também pode ser bastante diversificada: e-mails, mensagens, ligações e em último recurso o envolvimento do seu setor jurídico.
Você deve sempre ter em conta também a operação e o funcionamento do seu cliente, para entender como ele irá receber e assimilar as cobranças.

Mantenha os dados de seus clientes atualizados

Além dessa prática ajudar a manter um relacionamento saudável com seus clientes e por consequência aumentar as suas vendas, você terá acesso imediato ao cliente quando precisar contatá-lo a respeito de alguma pendência financeira.

Gestão financeira adequada

Este item não vai, exatamente, evitar as inadimplências, mas fará com que seu negócio sofra menos quando elas inevitavelmente ocorrerem. O ideal é adotar um sistema de contas automatizado, no qual você possa confiar que os números forneçam em tempo real a sua situação quanto aos valores “a pagar” e “a receber”.
Dessa forma, você pode prever situações e se colocar numa posição confortável ainda que ocorram eventuais imprevistos na receita.
como evitar inadimplência

O que você pode e deve fazer imediatamente

Com estes três pontos fundamentais, você já vai ser capaz de iniciar processos eficazes para evitar a inadimplência.

  • Comece a fazer uma análise de crédito imediatamente, ou seja, tenha um serviço de consulta de dados cadastrais e você vai conseguir fugir de muitas situações em que o risco é acentuado.
  • Implante imediatamente um sistema eficiente de cobranças.
  • Se possível, dedique um funcionário exclusivamente para os contatos de negociação de pagamentos com seus clientes. De preferência, um com bom conhecimento financeiro e comercial. Com certeza ajudará a reverter situações desconfortáveis.

Espero que tenha gostado do texto. Deixe aqui no campo dos comentários as suas impressões, e diga para a gente o que gostaria de ver em seguida aqui no blog da ACMinas.
Até logo!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.