CARO ASSOCIADO

Mercado financeiro mantém projeção para o crescimento do PIB de 2019 e 2020

Compartilhe:

Mercado financeiro mantém projeção para o crescimento do PIB de 2019 e 2020

Departamento Econômico ACMinas – Por Leonardo Faria Lima

De acordo com o relatório Focus do Banco Central, o mercado financeiro manteve a previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2019 em 1,17%. Para 2020, a projeção foi mantida em 2,30%.

De acordo com o ministro da economia, Paulo Guedes, o governo federal detém uma estimativa conservadora para o crescimento da economia em 2019 e 2020 – alta de 1,0% e 2,0% respectivamente. O ministro salientou que a expansão de 2020 está diretamente ligada com a manutenção da agenda fiscal.

Inflação

Pela nona vez consecutiva, a previsão de alta do IPCA para o final de 2019 foi elevada, acréscimo de 0,09 ponto percentual – de 4,04% para 4,13%. O novo percentual previsto continua abaixo da meta inflacionária estipulada pelo Conselho Monetário Nacional para 2019 – 4,25% com margem de tolerância de 1,5 pontos percentuais para cima ou para baixo (2,75% e 5,75%).

Em relação a 2020, a projeção foi reduzida de 3,61% para 3,60% - a variação estimada está aquém da meta edificada para o período – 4,00% com margem de tolerância de 1,5 pontos percentuais para cima ou para baixo (2,50% e 5,50%).

Taxa Selic

O mercado financeiro projeta para 2020 a continuidade da Selic no atual patamar, 4,50% ao ano. Contudo, o Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom, manteve em aberto a possibilidade de novas reduções. Segundo o comitê, os eventuais cortes dependem do comportamento inflacionário e da manutenção de um ambiente externo benigno. Alguns analistas acreditam que a taxa básica de juros findará 2020 em 4,25% ao ano.

Câmbio

Para o câmbio, as principais instituições do país projetam que o dólar encerrará o ano de 2020 cotado a R$ 4,09. Em dezembro, o ministro Paulo Guedes explicitou que o governo buscou trocar uma taxa de juros alta e o câmbio baixo por uma taxa de juros mais baixa e um câmbio um pouco mais elevado. De acordo com o ministro, a referida medida visa elevar a possibilidade de financiamento interno para as empresas nacionais.

 


 

 

 

associe-se!

A ACMINAS FAZ A SUA EMPRESA MAIS FORTE

A ACMINAS FAZ A SUA EMPRESA MAIS FORTE

Garanta a representatividade para ajudar sua empresa a crescer!

ASSOCIE-SE