CARO ASSOCIADO

IPCA registra variação de 0,29% em janeiro e mercado prevê inflação de 3,81% para 2018

Compartilhe:

Por Leonardo Faria Lima - Departamento Econômico ACMinas

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) do mês de janeiro obteve alta de 0,29%, queda de 0,15 ponto percentual ante dezembro (0,44%). Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a variação observada é a mais baixa "para os meses de janeiro desde 1994, quando foi criado o Plano Real".



No acumulado dos últimos dose meses, o indicador apresentou um recuo de 0,09 ponto percentual, de 2,95% para 2,86%. Assim, a inflação do país permanece em patamar baixo, fator que reduz as incertezas do ambiente econômico. E o arrefecimento das incertezas estimula o consumo e os investimentos, porque garante a manutenção do poder de compra da moeda.



Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE, apenas dois obtiveram variações negativas, Habitação (-0,85%) e Vestuário (-0,95%). O recuo do grupo Habitação foi explicado pela redução da tarifa de energia elétrica, que ficou 4,73% mais barata (em média).
Em relação às variações positivas, os Transportes apresentaram o percentual mais elevado, 1,10%. O principal item responsável pela variação do grupo foi os combustíveis, com uma alta de 2,58%.
Previsão 2018
Para 2018, o mercado financeiro acredita que o IPCA encerrará o período com variação de 3,81%. Se resultado for concretizado, o referido percentual ficará abaixo do centro da meta inflacionária estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional, 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 pontos percentuais para cima ou para baixo (3,0% e 6,0%).

associe-se!

A ACMINAS FAZ A SUA EMPRESA MAIS FORTE

A ACMINAS FAZ A SUA EMPRESA MAIS FORTE

Garanta a representatividade para ajudar sua empresa a crescer!

ASSOCIE-SE