ACMinas lança programa de inovação

Fonte: Diário do Comércio

Uma iniciativa inédita entre a Associação Comercial e Empresarial de Minas (ACMinas) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) foi lançada ontem, durante o primeiro dia da Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (Finit). O Programa de Desenvolvimento de Soluções Inovadoras tem o objetivo de fomentar a transferência de tecnologia advinda de pesquisas na universidade, a fim de gerar desenvolvimento e inovação para a atividade dos empresários mineiros.

De acordo com o presidente do Conselho Empresarial de Inovação da ACMinas, Paulo Renato Cabral, essa é a primeira vez que uma associação comercial faz parceria com uma universidade com essa proposta no Brasil. Ele destaca a importância do programa de doutorado em inovação da UFMG, por meio do pesquisador Ottavio Riberti, que foi essencial para o desenvolvimento desse programa. Todo o processo será mediado pela Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica da Universidade Federal de Minas Gerais (CTIT-UFMG).

Cabral destaca que UFMG possui um grande acervo de conhecimento e pesquisa já convertido em patentes, sendo que muitas delas não se transformaram em produtos. Por outro lado, empresários de diferentes setores anseiam por inovação que, sozinhos, não são capazes de produzir. “O objetivo desse programa é promover esse bom encontro entre as partes. Queremos que os associados da ACMinas conheçam as patentes da UFMG, as licenciem e desenvolvam inovações em suas empresas. Vamos promover a transferência de conhecimento”, frisa.

O programa é direcionado para empreendimentos de qualquer porte e abrange áreas como agricultura, biotecnologia, engenharia, farmácia, meio ambiente, química, tecnologia da informação, veterinária, entre outras. No ranking de 2016 do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), a UFMG foi a instituição que mais gerou patentes. São mais de mil dentro e fora do Brasil. Cabral destaca que o programa também vai incentivar o desenvolvimento de novas patentes por meio da apresentação das demandas das empresas aos pesquisadores.

A coordenadora-geral do CTIT, Juliana Crepalde, afirma que essa aproximação da ACMinas é muito importante para disponibilizar à sociedade as competências desenvolvidas dentro da universidade. “A nossa missão é justamente fazer essa aproximação, seja por meio de transferência de tecnologia ou de parcerias para o desenvolvimento de novos produtos”, afirma. Ela lembra que a UFMG tem essa vocação de parceria com o setor industrial, tendo quase 100 contratos de transferência de tecnologia assinados e muitos exemplos de produtos já disponíveis no mercado, como a vacina contra a leishmaniose desenvolvida na UFMG.

Primeiros encontros – Os primeiros encontros entre os associados da ACMinas e representantes da UFMG aconteceram, ontem, dentro da Finit. O sócio-proprietário da WSC Contabilidade, Felipe Marques, foi um dos empresários que participou desse momento. Ele afirma que o projeto é muito interessante porque traz soluções práticas para empresa advindas da universidade.

“Há muitas demandas do mercado que não são atendidas, sendo que há diversos estudos na universidade. O que faltava era realmente esse link”, avalia. Segundo Marques, o interesse da WSC é no desenvolvimento de novos projetos. A empresa tem o interesse em criar um aplicativo que facilite a prestação do serviço. “Queremos que toda a contabilidade do cliente seja feita nesse aplicativo. Por meio dele poderemos disponibilizar documentos e receber solicitações dos empresários”, diz.

A Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur) também participou do encontro. O diretor de Políticas de Turismo e Inovação da Belotur, Marcos Boffa, explica que a instituição tem interesse no desenvolvimento de soluções inovadoras para fomentar o turismo na Capital. “Um dos eixos de atuação da Belotur para os próximos anos é a área de inovação. Queremos aproveitar desse evento para mapear o que está acontecendo, o que existe no ecossistema de inovação de Belo Horizonte e que possa alimentar esse setor”, diz.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.