Além das fronteiras brasileiras

Elaborado e editado pelo Conselho Empresarial de Relações Internacionais da ACMinas, a oitava edição do Minas Gerais Business Guide 2018/2019 foi apresentada à comunidade empresarial mineira com várias novidades. A edição mostra dados atuais da economia mineira, apresenta o potencial das diversas regiões de Minas, com ênfase ao sul do Estado, e dá destaque a sua cultura e ao “modo mineiro de fazer negócios.” Além disso, inova com uma criteriosa curadoria de fotos em preto e branco, maiores que nos anos anteriores, mostrando os grandes ícones de Minas.

“Conectar Minas ao mundo não é missão trivial”, afirmou Monica Cordeiro, diretora da ACMinas e presidente de seu Conselho Empresarial de Relações Internacionais ao iniciar o evento de lançamento da nova edição. Ela destacou, em sua apresentação, o papel do Minas Gerais Business Guide no contexto dos negócios internacionais. “Felizmente, o Brasil e Minas contam com muitas organizações e pessoas atuando para que uma nova posição no comércio mundial se torne realidade”, afirmou. “E a ACMinas marca sua presença neste ambiente ao elaborar e atualizar cada nova edição. Seguimos trabalhando de forma integrada, com parcerias e apoios relevantes, como o do Ministério das Relações Exteriores.”

Monica, que além de coordenar a produção editorial da publicação é responsável pelo projeto “Internacionaliza BH”, informou que a versão impressa do Minas Guide, em inglês, é distribuída por meio da rede de representações diplomáticas brasileiras no exterior. “Já a eletrônica”, disse, “é apresentada em sete idiomas e constantemente atualizada, de modo a manter seu conteúdo sempre mais abrangente e preciso. Em conjunto, ambas são ferramentas de inteligência comercial de grande importância. Primeiro, por mostrar Minas Gerais ao mundo, com todo o seu potencial. Segundo, por permitir acesso de investidores estrangeiros às oportunidades que o Estado oferece nos seus próprios idiomas”, concluiu.

Já o presidente da ACMinas, Lindolfo Paoliello, destacou a importância do Minas Guide como catalisador do crescimento econômico. “Esta iniciativa vem ao encontro das nossa meta de internacionalização”, afirmou. “Entendendo o comércio exterior como componente fundamental para a retomada do desenvolvimento brasileiro, este guia resulta em notável facilitador do conhecimento do ambiente de negócios em Minas. Mas é, sobretudo, uma ferramenta que se mostra imprescindível para o alcance daquele que considero um objetivo crucial para este momento brasileiro: a atração do capital externo”.

Para o Embaixador Orlando Leite Ribeiro, diretor do Departamento de Promoção Comercial e Investimentos, o projeto é fantástico. “Conseguimos hoje ir mais além, estamos fazendo do Minas Guide uma plataforma para quem quer fazer negócios com Minas. E essa jornada de negócios com os Emirados Árabes e China concretiza isto”.

Globo Minas recebe Selo Eu Participo  

A cerimônia de lançamento do Minas Guide foi também o palco para uma homenagem especial, o Selo “Eu Participo”, um dos principais instrumentos do projeto Internacionaliza BH para estimular adoção de comportamentos cosmopolitas na capital mineira, foi conferido à Globo Minas, por seu papel relevante em mostrar Minas Gerais e o Brasil ao mundo. “Este ano”, lembrou Monica Cordeiro, “a Globo completa meio século de atuação. Este é o nosso reconhecimento das muitas ações por ela realizadas para mostrar a mineiridade para os mineiros, os personagens e cenários globais que mostram os brasileiros ao mundo.”

 

Dubai e Xangai

O lançamento do Minas Guide em Dubai e Xangai inclui uma jornada de negócios, na qual as 15 empresas que integrarão as comitivas da ACMinas e do Ministério das Relações Exteriores  terão oportunidade de contatar empresas dessas duas cidades. O lançamento em Dubai será no dia 7 de novembro e, em Xangai, cinco dias depois.

Os encontros de negócios estarão pavimentando a atuação internacional das empresas de diferentes setores produtivos: alimentos, cosméticos, indústria da moda e  serviços. O grupo é composto por empresas de diferentes portes e setores. Da construção civil, Martini Saback; de logística, Grupo Serpa; de agro, a Fazenda Olhos D’agua. Alimentação, Sr. Ninico; cosmética, Pachamama; moda, Arte Sacra, Danielle Benício e Le Dix Stores; pedras e joias, Diamante Azul; mão de obra especializada, Minas do Lar e TC Engenharia; serviços, Ephata, Social Movie e Socila. E, escola de idiomas, Inova School.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.