BDMG disponibiliza crédito de R$ 300 mi para municípios

Por Juliana Siqueira

Crédito: Charles Silva Duarte/Arquivo DC

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) vai disponibilizar R$ 300 milhões em linhas de crédito para as cidades do Estado, por meio do Edital de Municípios 2021 lançado ontem. O montante representa um avanço de 50% em relação ao que foi liberado em 2020 (R$ 200 milhões). O valor deverá ser destinado ao financiamento de investimentos relacionados à infraestrutura e melhorias diversas nas cidades mineiras.

Ao todo, são quatro linhas de crédito disponibilizadas no Edital de Municípios 2021, que contam com alguns diferenciais. A BDMG Maq, por exemplo, direcionada à aquisição de máquinas e equipamentos, também está aberta agora para o financiamento de ônibus escolares, ambulâncias e veículos de resgate, conforme explica o presidente do BDMG, Sergio Gusmão. “Isso é muito importante em época de pandemia”, salienta.

Além disso, também serão oferecidos o BDMG Urbaniza, ligado a obras de infraestrutura; o BDMG Saneamento, destinado a financiamento de pesquisas para obras no setor; e o inédito BDMG Cidades Sustentáveis. Este último visa, entre outras ações, financiamentos relacionados à geração de energia renovável e a instalação, na iluminação pública, de lâmpadas de LED, por exemplo. Os municípios mineiros poderão enviar suas propostas até o dia 7 de maio.

“O Edital de Municípios que o Governo de Minas e o BDMG lançaram busca consolidar o papel da instituição financeira como principal indutor do investimento em infraestrutura nos municípios mineiros, sobretudo, neste momento desafiador para toda a sociedade mineira”, ressalta Gusmão.

As taxas de juros das linhas variam de 0,41% a 0,53% mensais, conforme a linha, com acréscimo da taxa Selic. Para os municípios cujo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é menor, abaixo da média do Estado, os juros também são mais baixos (0,33% a 0,45% mensais, com acréscimo da Selic). Já os prazos de pagamento vão de 60 a 90 meses.

Uma das novidades do Edital de Municípios 2021 diz respeito à digitalização. A habilitação das cidades mineiras às linhas de crédito será realizada on-line, garantindo muito mais agilidade ao processo.

“Estamos oferecendo pela primeira vez o processo de habilitação das linhas de crédito 100% on-line pela plataforma do BDMG. Uma etapa que levava até quatro meses para ser concluída, agora poderá ser feita em questão de minutos. O alcance deste edital e a acessibilidade respondem ao cenário desafiador em que estamos”, reitera.

Operações financeiras do BDMG

Nos últimos 12 meses, período impactado pela pandemia da Covid-19, os desembolsos do BDMG chegaram a R$ 3 bilhões. De acordo com Gusmão, o montante é um demonstrativo da atuação do banco. “A gente permanece atuando de forma robusta, dando suporte à economia, municípios e empresas para encarar essa continuidade da pandemia”, afirma.

Segundo o presidente do banco de fomento, a demanda por linhas do banco nesse período está muito forte. Nesse cenário, por exemplo, a linha Empreendedoras de Minas, destinada para micro e pequenas empresas lideradas por mulheres, foi renovada e os desembolsos já atingiram cerca de R$ 90 milhões desde o lançamento, em março de 2018. Além disso, os desembolsos para as empresas ligadas ao setor da saúde ultrapassaram R$ 185 milhões somente no ano passado. O segmento continuará sendo contemplado neste ano.

Diário do Comércio | Economia| 08/04/2021

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.