BH Airport estima receber cerca de 9 mi de passageiros em 2021

Por:

Em 2019, 11,2 milhões de passageiros passaram pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, localizado em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Com a pandemia de Covid-19 e as inúmeras restrições de deslocamentos em combate à disseminação do vírus, o fluxo no principal aeroporto de Minas Gerais caiu para bem menos da metade e somou 4,8 milhões de pessoas em 2020. Agora, 2021 começa com melhores perspectivas e a expectativa de praticamente dobrar o volume de viajantes passando pelo terminal.

Para isso, conforme o gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport, Clayton Begido, a concessionária que administra o aeroporto aposta em uma série de iniciativas já em curso, como atração de novos voos nacionais e internacionais, negociações com novas companhias aéreas e o fortalecimento do hub logístico e de negócios criado na região, por meio também do aeroporto industrial, em operação desde o ano passado.

“Com todos os problemas que tivemos, 2020 não poderia terminar melhor nem 2021 começar melhor. Já estamos com 70% e 75% dos destinos e dos voos retomados, respectivamente. E a expectativa é que ainda no primeiro trimestre alcancemos os 100% ou até os supere”, revelou.

Em relação ao fluxo de passageiros que passam pelo terminal, ele afirmou que o volume tem crescido a uma média de 100 mil por mês e que a previsão é chegar ao final deste exercício com cerca de 9 milhões de viajantes. “Não vamos retomar o patamar pré-pandemia, mas deveremos nos aproximar dos 9 milhões, em uma projeção bastante conservadora”, completou.

Apenas para o primeiro mês de 2021, a expectativa é que cerca de 700 mil pessoas transitem pelo terminal, aumento de 15% em relação a dezembro. Já o número de voos deverá chegar a cerca de 6 mil, alta também de 15% na comparação com o mês anterior.

Antes da pandemia, cerca de 30 mil pessoas circulavam diariamente pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte e em torno de 300 voos eram operados por dia entre pousos e decolagens. Eram oferecidos voos para 45 destinos, sendo cinco internacionais (Orlando, Fort Lauderdale, Buenos Aires, Panamá e Portugal).

Novas operações

“Teremos novidades muito boas para 2021. Há vários projetos em andamento, negociações com outras companhias, além das já anunciadas rotas direto para os Estados Unidos, via Boston, Nova York e Miami, a partir de março”, disse.

Ele citou a negociação com uma companhia aérea entrante, que trará volume considerável de voos para o aeroporto nos próximos meses, bem como conversas com empresas que operam a América do Sul. “Destinos como Buenos Aires e Santiago provavelmente terão conexões diretas com Belo Horizonte. Precisamos de uma conectividade também com os países da América Latina. Queremos conectar com Argentina, Chile, e, porque não, Uruguai e Paraguai”, completou.

Em janeiro, o aeroporto terá voos diretos para 37 cidades, sendo 35 brasileiras e os voos internacionais para a Cidade do Panamá e Lisboa (Portugal). Desse total, 31 operações são regulares e seis são sazonais, que são os casos de Cabo Frio (RJ), Búzios (RJ), Guarapari (ES), João Pessoa (PB), Aracaju (SE) e Foz do Iguaçu (PR). Todos esses mercados já estão sendo atendidos desde dezembro de 2020, com exceção de Aracaju.

 

Crédito: Divulgação/BH Airport
Crédito: Divulgação/BH AirportJornal Diário do Comércio | 05 de janeiro de 2021

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.