Brasil gera 129.601 novos postos formais de trabalho em abril

 

Por Leonardo Faria Lima – Departamento Econômico ACMinas

 

 

De acordo com os dados estatísticos divulgados pelo Cadastrado Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), em abril, o país criou 129.601 postos formais de trabalho – expansão de 11,82% perante igual período do ano anterior (115.898 vagas).

Este é o melhor desempenho registrado desde abril de 2013, período no qual foram abertas 196.913 vagas de emprego com carteira assinada. 

                                         

O resultado mensurado é o saldo oriundo da diferença entre 1,37 milhões de admissões e 1,25 milhões de desligamentos.

Nos primeiros quatros meses de 2019, o Brasil gerou 313.835 vagas de trabalho. 

                                         

Desempenho por setor

Os oitos setores pesquisados apresentaram elevação na quantidade de postos formais de trabalho. O setor de Serviços foi o grande catalisador das contratações, com o advento de 66.295 vagas.

                                         

A lenta recuperação econômica

O resultado aferido no mês de abril ratifica a morosidade na retomada do crescimento econômico. A lenta recuperação da economia é explicada pelo elevado grau de incertezas que paira sobre país, ambiente que desestimula os investimentos, e consequentemente reduz o ímpeto para a contração de novos trabalhadores.

O arrefecimento das incertezas está intrinsecamente ligado à aprovação das reformas estruturantes, em especial, a reforma da previdência. E a ampliação do mercado de trabalho depende deste fator de tração.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.