Cemig realiza mutirão para combater ‘gatos’ no centro.

Bruno Menezes –  O Tempo 

A Cemig iniciou na manhã de ontem um mutirão para combater ligações irregulares de energia na região Centro-Sul Belo Horizonte, os chamados “gatos”. Segundo a companhia, cerca de 70 técnicos participam da operação, que segue até a próxima quarta feira, quando será divulgado o balanço final da ação. Os alvos são, principalmente, 33 hotéis que estariam em situação irregular, segundo apurou o sistema de inteligência da Cemig. Outros comércios situados na área central da capital também estão na lista de averiguação da estatal. Por ano, segundo dados da Cemig, a empresa registra um prejuízo médio de R$ 450 milhões, e parte desse déficit também é repassada para o contribuinte. “A Cemig vai fazer esse trabalho constantemente. Inicialmente, a gente tem uma média de 65 mil inspeções na Grande BH para fazer e a gente também está instalando telemetrias para que essas inspeções sejam monitoradas”, afirmou o eletricista da Cemig Geraldo Neves. A estatal também anunciou que, durante a operação, serão feitos cortes de energia de consumidores inadimplentes – ao todo, são 1.600 apenas na área central da capital. Caso seja comprovado o gato, o responsável pelo estabelecimento pode responder criminalmente, segundo o artigo 155 do Código Penal. O texto diz que o cidadão está sujeito a multas e pena de um a oito anos. O infrator também deve ressarcir toda a energia furtada e não faturada em até 36 meses, de forma retroativa.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.