Confiança do setor de serviços registra terceira alta consecutiva no ano

O Índice de Confiança de Serviços (ICS), do FGV IBRE, subiu 5,7 pontos em junho, para 93,8 pontos, a terceira alta consecutiva no ano, registrando o maior valor desde fevereiro de 2020. Em médias móveis trimestrais, o índice avançou 5,4 pontos.

A confiança do setor de serviços fecha o primeiro semestre em alta atingindo o maior nível desde o início da pandemia. O resultado positivo desse mês foi influenciado pela percepção de melhora do volume de serviços e avanço das expectativas em relação aos próximos meses. A ampliação do programa de vacinação, redução das medidas restritivas e melhora na confiança dos consumidores ajudam a explicar o momento de recuperação do setor. A continuidade desses fatores positivos é fundamental para o andamento do cenário de retomada nos próximos meses”, avaliou Rodolpho Tobler, economista do FGV IBRE.

Neste mês, o ICS atingiu maior nível desde fevereiro do ano passado (94,4 pontos) com alta disseminada nos 13 segmentos pesquisados. O Índice de Situação Atual (ISA-S) subiu 4,7 pontos, para 88,7 pontos, maior nível desde fevereiro de 2020 (90,2 pontos). O Índice de Expectativas (IE-S) avançou 6,7 pontos, para 99,1 pontos, maior patamar desde janeiro de 2020 (100,9 pontos).

Recuperação no 2° trimestre

Os últimos resultados positivos da confiança de serviços mostram que o setor se aproxima do nível pré pandemia. Analisando a média móvel trimestral é possível notar que depois de iniciar 2021 em ritmo mais fraco, o setor volta a registrar variação positiva, a mais alta desde o início da recuperação quando o resultado era muito influenciado pela base de comparação. A alta nesse trimestre atingiu todos os principais segmentos, exceto informação e comunicação, cujo resultado no primeiro trimestre tinha sido positivo ao contrário dos demais. “A continuidade dessa recuperação depende do controle da pandemia e, consequentemente, a flexibilização gradual das medidas restritivas de circulação e funcionamento de estabelecimentos”, completa Tobler.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.