Copom reduz Selic de 6,0% para 5,5% ano


Leonardo Faria Lima – Economista ACMinas
 

O Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) decidiu dar continuidade aos estímulos monetários por meio do arrefecimento da taxa básica de juros da economia brasileira, a Selic. O comitê promoveu uma redução de 0,5 ponto percentual – de 6% para 5,5% ao ano – assim, atualizando o menor percentual da série histórica do Banco Central (iniciada em 1986). 

                               

A medida visa alavancar o consumo, os investimentos e, consequentemente, a geração de empregos. Além do corte da Selic, O governo federal está efetivando outras ações para estimular a atividade econômica do país, tais como: a liberação de saques do FGTS e do fundo PIS/Pasep.

 

Previsão 2019

O mercado financeiro brasileiro antevê que a Selic findará 2019 em 5,0% ao ano. A previsão de manutenção da política monetária expansionista é condizente com a atual ambiente econômico, caracterizado pela baixa inflação (3,43% nos últimos 12 meses), pela continuidade do processo de aprovação da reforma da previdência no Congresso Nacional e pelo cenário econômico internacional sem grandes turbulências.

 

Poupança

Com o novo corte, a poupança irá assumir a rentabilidade de 3,85% ao ano, pois, quando a Selic é inferior ou igual a 8,5% ao ano, a poupança rende 70% da taxa básica de juros mais a Taxa Referencial (TR). 

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.