Copom reduz Selic para 3,75% ao ano

O Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) decidiu reduzir a taxa Selic para 3,75% ao ano, assim, renovando o recorde da série histórica. O comitê seguiu as ações realizadas por outros bancos centrais do mundo.  

A manutenção da política monetária expansionista objetiva arrefecer os efeitos nocivos oriundos da crise mundial de saúde, ocasionada pela disseminação do coronavírus. 

A ampliação do mercado creditício, com juros menos onerosos, irá auxiliar as empresas brasileiras no atual momento de incertezas, pois, facilita a contratação de financiamentos direcionados para o investimento em capital de giro – recurso necessário para custear as despesas operacionais do dia a dia (energia elétrica, água, salários, fornecedores, dentre outras). 

Nesta semana, o mercado financeiro reduziu a sua previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2020 – de 1,99% para 1,68% (quinta redução consecutiva). A involução da perspectiva foi provocada pela pandemia do coronavírus, fator que gera grandes incertezas ante o crescimento econômico global.  Então, a continuidade da política monetária expansionista é relevante para reduzir os efeitos negativos da crise sobre a economia do país.  

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.