Empresários mineiros se unem pela vacina

Objetivo do movimento é que não haja entraves para que a vacina chegue o mais rápido possível a todos os cantos do Brasil | Crédito: Reprodução

Mais de 60 empresários mineiros, entre eles membros da direção do DIÁRIO DO COMÉRCIO, estão envolvidos no projeto “Unidos pela Vacina”, movimento que visa facilitar a chegada do imunizante contra a Covid-19 a todos os brasileiros até setembro deste ano,  iniciativa já noticiada pelo jornal.

O objetivo da iniciativa, idealizada pelo Grupo Mulheres do Brasil e presidido pela empresária Luiza Trajano, é resolver os entraves da vacinação pública, apoiando o Sistema Único de Saúde. Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e a cidade do Rio de Janeiro foram escolhidas para ser os pilotos no projeto.

“A escolha dessas cidades foi feita em função de suas características: uma capital altamente complexa e uma cidade com menos de 100 mil habitantes”, explica a líder do Mulheres do Brasil em Belo Horizonte, Patrícia Tiensoli.

Já a bióloga e cofundadora do Grupo Mulheres do Brasil, Eliana Tameirão, destaca: “O grupo sabe dos desafios da meta proposta, mas com a governança criada no Unidos pela Vacina e a contribuição de toda sociedade civil, iremos atingir nosso objetivo”, afirma.

Para atuação em Nova Lima, as voluntárias de Minas Gerais do Mulheres do Brasil dividiram o processo em três frentes, que englobam os principais gargalos a serem resolvidos junto à Prefeitura de Nova Lima. São eles:

• Mapeamento e cadastro de todos os moradores da região no SUS;
​• Processo logístico;
​• Locais onde ocorrerão a vacinação.

“Estamos atuando de forma articulada com o subgrupo, que tem como foco a cadeia produtiva, que inclui insumos, a vacina propriamente dita, armazenamento, logística e o processo de vacinação”, explica Betania Tanure.

Apartidário, o movimento pretende contribuir em diversas frentes de trabalho, que farão interfaces com o governo federal, com os Estados, secretarias de saúde, municípios e meios de comunicação. O objetivo é que não haja entraves para que a vacina chegue o mais rápido possível a todos os cantos do Brasil.

Pesquisas – “Estamos com uma equipe de voluntárias nos auxiliando na aplicação das pesquisas com os prefeitos e secretários de Saúde, para detectar os gargalos na vacinação da Covid em todas as cidades de Minas e do Brasil”, explica a líder do Grupo Mulheres do Brasil em Belo Horizonte, Fernanda Andrade. Segundo ela, em breve irão conseguir atingir o objetivo de mapear 100% dos municípios mineiros.

Entre os empresários mineiros engajados no projeto estão: Rafael Menin/MRV, coordenador do Estado de Minas Gerais, ao lado da Patrícia Tensoli, da Total Logística. Além de Eugênio Mattar, da Localiza; a RP Fernanda Andrade; Betania Tanure, fundadora da BTA; Marcelo Costa, da Take Tecnologia, entre outros (veja a lista completa no quadro abaixo). O movimento também tem o apoio da Associação Brasileira de RH/MG e da Associação Comercial de Minas Gerais, Fiemg, ACMinas, Amcham, CDL-BH e Amis.

“Estamos tendo grande engajamento dos empresários mineiros, com uma vontade genuína de ajudar nesse processo, no qual toda a sociedade se beneficiará. Pelas dimensões de Minas Gerais, com mais de 800 municípios, se não apoiarmos o governo, a vacinação de toda a população demorará muito e as consequências serão desastrosas para todos nós. Sei que há muito a ser feito, mas acredito ser possível vacinarmos uma grande parcela da população ainda no primeiro semestre deste ano”, afirmou o coordenador

“Decidimos adotar em Minas Gerais o modelo ‘Adote uma cidade’. Para isso, reunimos um grupo que, além de empresários mineiros de todos os portes (pequenos, médios e grandes), reúne importantes instituições como Fiemg, ACMinas, Amcham, CDL/BH, Amis, Abrh-MG, Associação Comercial e Industrial de Montes Claros, Sindvel, AMM, entre outras. Nosso intuito é aumentarmos nossa capilaridade no Estado, um dos maiores do Brasil e elevarmos a velocidade de vacinação, sempre seguindo o Programa Nacional de Imunizações (PNI)”, finalizou Patrícia Tensoli, da Total Logística.

Por Diário do Comércio
Em 13 de março de 2021 às 00:22

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.