Encontro dos Conselhos da ACMinas promoveu balanço das atividades de 2019 e metas para 2020

O fim do ano já chegou e como de costume todas as instituições realizam um balanço anual de suas operações, a fim de avaliar as atividades e traçar as metas para o próximo ano. Não fugindo a regra, no último dia 12 de novembro, a ACMinas realizou um encontro entre os presidentes dos Conselhos.

Aguinaldo Diniz, presidente da ACMinas elogiou a atuação dos Conselhos e a importância das atividades desenvolvidas por eles. “A soma do conhecimento de todos vocês é um patrimônio inestimável, absolutamente grande. Agradeço pelo trabalho, é realmente alavancador”, disse. 

O presidente ainda anunciou que no próximo dia 19, a diretoria da entidade receberá o secretário de governo Bilac Pinto, o secretário de fazenda Gustavo Barbosa, e o secretário de Planejamento Otto Levy, para uma reunião na qual será discutido o posicionamento da ACMinas perante todas as reformas pelas quais o Brasil passa no momento, “Nós vamos trazer esses secretários para que a ACMinas fale qual é o pensamento dela diante dessas medidas”, explicou.

Diniz ainda ressaltou a vontade de que as atividades dos Conselhos sejam externalizadas, extrapolar os limites da sede da entidade, promovendo mudanças que auxiliem no desenvolvimento social de Belo Horizonte e, também, do estado. Ele também apresentou alguns pilares da entidade, além de algumas metas para o próximo ano, das quais se destacou a ampliação do portfólio de benefícios para os associados.

Marcos Brafman, coordenador dos Conselhos, agradeceu aos presidentes dos Conselhos e, ao superintendente da ACMinas, Luís Paulo, pelos trabalhos realizados neste ano. E também enfatizou a necessidade que as atividades dos Conselhos “transbordem para fora da ACMinas”, afirmou.

A situação financeira da ACMinas também foi um assunto abordado no encontro. Luís Paulo, superintendente da casa, mostrou o balanço das contas de 2019. Segundo ele, a entidade passava por uma situação financeiramente delicada no ano passado com relação a despesas. Para equilibrar as contas, algumas medidas de contenção de gastos foram traçadas juntamente com a diretoria quer optou por fazer alguns investimentos e cortes de serviços utilizados com menos frequência. “Todas essas ações foram ações de gestão possibilitadas por essa diretoria.Tudo isso foi construído por várias mãos”, apontou o superintendente.

Na ocasião, Carla Cunha, gerente de relacionamento, apresentou a história da ACMinas, as campanhas e os serviços que a casa oferece aos seus associados, dos quais se destacam: o convênio de plano de saúde com a Unimed-BH, duas modalidades de seguros, consultas de assessoria jurídica e econômica, linhas de crédito realizado por meio de uma parceria com o BDMG, além do programa de geração distribuída, resultado de uma parceria entre Cemig e Mori, que permite uma redução de até 22% na tarifa de energia do associado. 

“Nossa diretoria está muito voltada para a ampliar a força institucional da ACMinas”, afirmou a gerente, ao destacar a eficácia do trabalho da atual gestão, cujas ações fomentaram um aumento no número de associados da casa.

Com boa avaliação, os presidentes dos Conselhos apresentaram as atividades desempenhadas ao longo deste ano e projetaram as metas e expectativas para o próximo ano. O sentimento de realizar atividades em conjunto foi um desejo recorrente expressado pelos presidentes dos Conselhos. A ideia agradou muito ao presidente da ACMinas, Aguinaldo Diniz, que preza por uma maior interação entre os Conselhos, para resultar em ações conjuntas mais ricas.

Confira as fotos.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.