Entidades apoiam frente e pedem menos intervenção do Estado

Durante audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), empresários defendem liberdade econômica, reforma tributária, desburocratização e outras medidas para a retomada do desenvolvimento econômico do estado de Minas Gerais. Os empresários defenderam que o Estado precisa diminuir o seu tamanho para incentivar a atração de empresas e a geração de emprego e renda.

Realizada na Comissão de Desenvolvimento Econômico, a reunião foi solicitada pelo deputado Dalmo Ribeiro Silva (PSDB). “A Frente quer uma pauta pró-ativa para que tenhamos um ambiente de negócios propício ao crescimento para todos os setores econômicos”, frisou.

O deputado anunciou que deverá solicitar uma reunião com o governador Romeu Zema (Novo) para levar as sugestões da frente e pedir atenção para documento de propostas do Colégio de Representantes dos Contribuintes Mineirosque reúne 15 entidades, das quais grande parte participou da audiência.

Marcos Brafman, presidente em exercício da ACMinas, afirmou durante sua contribuição ” que as medidas propostas pela Comissão são muito importantes para um ambiente de negócios favorável ao desenvolvimento e para que tenhamos a geração de emprego, renda e uma vida melhor para todos os mineiros.”

Saiba mais.

Foto: Willian Dias 

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.