Empresas aderem a parcerias com o ensino público

O Fórum de Diretores, da Conspiração Mineira pela Educação e da Aliança Brasileira pela Educação, que debateu o ensino público e a aproximação das empresas com as escolas já está rendendo frutos. No próximo dia 2, um encontro entre o professor Antônio Cabral, representante da Conspiração Mineira pela Educação, e alguns empresários indicados pelo ACMinas Jovem, desenhará os projetos e parcerias possíveis.

Segundo Dino Bastos, o papel da ACMinas é fazer a ponte entre as escolas e as empresas, suas expectativas e necessidades. “O papel das empresas será estabelecido de acordo com as demandas e as disponibilidades” afirmou, exemplificando que essa relação pode ser feita a partir de “uma assessoria financeira, de levar pessoas importantes para dentro das escolas, palestrando, dando aulas, ou com contribuições na diretoria e na gestão”. Para Dino, o importante é “primeiro escutar a demanda da escola, e ai, depois dessa interação, analisar como será a contribuição. A prática vai ser o apoio às escolas” finalizou.

Com a importância de uma educação qualificada como pauta principal do projeto, Dino é categórico ao afirmar que, para ele, ela é um dos principais pilares que salvarão o país da situação que estamos vivendo. “A educação vai formar os jovens que serão os líderes das empresas e dos governos do futuro, e esses jovens precisam estar muito bem preparados para isso, porque não é fácil. Ela é a única forma de anivelar as oportunidades entre o pobre e o rico. Se eles conseguirem estudar em escolas qualificadas, com o mesmo nível, eles terão oportunidades iguais para virarem líderes, para terem uma carreira de sucesso, para formarem líderes éticos, para terem condições de agregar e apoiar, para terem princípios comportamentais e para contribuir de fato com a sociedade” concluiu.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.