IPCA apresenta alta de 0,36% em julho

Por: Leonardo Faria Lima – Economista ACMinas

Em julho, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) obteve alta de 0,36% – maior resultado observado desde julho de 2019 (0,52%). No mês anterior, o indicador apresentou variação de 0,26%.

No ano, o IPCA acumula alta de 0,46% e no acumulado dos últimos 12 meses de 2,31%.

A inflação continua abaixo da meta inflacionária estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para 2020 – 4% com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo (2,5% e 5,5%).

O resultado registrado ainda não ratifica uma elevação da demanda dos consumidores brasileiros. Contudo, a alta foi influenciada pelas medidas de flexibilização do isolamento social.

Grupo de produtos e serviços

Seis dos nove grupos pesquisados pelo IBGE obtiveram alta em julho. Transportes e habitação foram os principais responsáveis pela variação do IPCA.

Os preços dos transportes subiriam 0,78% no mês, com impacto de 0,15 ponto percentual no índice. O maior impacto individual foi oriundo da gasolina (0,16 ponto percentual), com alta de 3,42%.

O grupo habitação deteve variação de 0,80%, com impacto de 0,13 ponto percentual no IPCA. A maior contribuição individual veio da energia elétrica (0,11 ponto percentual), com alta de 0,80%.

 

Perspectiva

O mercado financeiro estima que o IPCA apresente variação de 1,67% em 2020, percentual abaixo da meta inflacionária estipulada para o período (4%).

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.