IPCA cresce 0,46% em maio acima das expectativas

Belo Horizonte tem a maior taxa acumulada em 12 meses do Brasil

A inflação brasileira (IPCA) fechou maio com alta de 0,46%, segundo o IBGE. O mercado esperava alta menor dos preços. No acumulado de 12 meses, a inflação é de 3,93%, acima da meta de inflação perseguida pelo Banco Central (3%). Dos nove grupos de despesa da pesquisa, oito tiveram alta em maio. Destaque para os grupos de alimentação e bebidas (0,62%) e habitação (0,67%). A única deflação foi do grupo de artigos de residência (-0,53%). A proporção de bens e atividades que tiveram aumento de preços subiu para 57,3%. Segundo o Boletim Focus, do Banco Central, o IPCA deve encerrar 2024 com alta de 3,96%. Em Belo Horizonte, a inflação cresceu 0,63% em maio, a segunda maior alta do país, atrás apenas de Porto Alegre (0,87%). A região metropolitana da capital mineira tem inflação acumulada em 12 meses de 5,07%, o maior índice regional do país.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.