Marketing Social: tocando a mente e o coração dos seus clientes

Segundo o Consultor Kaptha, Robson Santo “no marketing social é preciso convencer uma pessoa a entregar uma quantia em dinheiro e não levar absolutamente nada”, e, afirma que para realizar este tipo de marketing é preciso entender e repassar “o poder que uma causa tem”. Santo explicou que o novo consumidor se preocupa não só com o produto que leva para casa, mas com a forma de produção do produto e a sua comercialização, ou seja, é um consumidor muito mais consciente com o ambiente a sua volta.

Para aderir ao marketing social, o consultor Kaptha Alexandre Ferreira, expos duas opções viáveis para a empresa. A primeira é tida como simples, e, consiste em tirar o dinheiro do orçamento da empresa para investir no apoio à uma causa social e segundo Ferreira, “este investimento é feito de três formas, usando recurso da empresa, com verba direta ou uso de produto, colocando parte do produto à disposição de uma causa”. Como segunda opção, Ferreira cita a lei de incentivo que existem para todos os tipos de empresa, “são aquelas que utilizam parte do imposto que a empresa tem que pagar para apoiar projetos de impacto social”. O consultor finaliza dizendo que fazer o marketing social é alinhar a ação social com o seu produto e sua marca de forma que o consumidor reconheça como a empresa pretende trabalhar.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.