Menor taxa desde 2014: desemprego recua para 7,1% no trimestre encerrado em maio

Rendimento real médio cresceu 5,6% em relação ao mesmo período de 2023

A taxa de desemprego recuou para 7,1% no trimestre encerrado em maio, segundo o IBGE. É o melhor resultado para o trimestre desde 2014. O número surpreendeu o mercado, que projetava taxa de desemprego maior. No trimestre encerrado em fevereiro, a taxa de desemprego era de 7,8% e, no mesmo trimestre de 2023, de 8,3%. O número de desempregados está abaixo de oito milhões de pessoas pela primeira vez em nove anos. O rendimento real médio cresceu 5,6% em relação ao mesmo trimestre de 2023 e chegou a R$ 3.150. O número de empregados com carteira assinada atingiu novo recorde, e ultrapassou 38 milhões de pessoas. De maneira geral, o resultado é bastante positivo e consolida um ciclo de maior dinamismo do mercado de trabalho.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.