Mercado financeiro reduz pela 12ª vez consecutiva projeção para o PIB de 2019


Por Leonardo Faria Lima – Departamento Econômico ACMinas

 

O mercado financeiro reduziu pela 12ª semana consecutiva a sua projeção para o crescimento econômico de 2019.  O corte promovido foi de 0,21 ponto percentual. Com isto, a estimativa passou de 1,45% para 1,24%.

A sequência de cortes foi iniciada no mês de fevereiro, período no qual houve a divulgação do Produto Interno Bruto de 2018 – o resultado aferido – expansão de 1,1% – ratificou a lenta retomada da expansão da atividade econômica brasileira.

A queda foi estimulada, em especial, pela possibilidade de redução da projeção governamental para o crescimento da economia em 2019. A mensuração para a nova estimativa ainda está sendo finalizada, contudo a expectativa é de que a previsão seja reduzida de 2,2% para 1,5%. 

Inflação

Quanto à inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a estimativa subiu de 4,04% para 4,07%.

A nova projeção continua aquém da meta inflacionária fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para 2019 – 4,25% com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo (2,75% e 5,75%).

                            

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.