Presidente do Inmetro debate papel do órgão para confiança da sociedade brasileira e para competitividade do setor produtivo

“A medida certa para promover confiança à sociedade e competitividade ao setor produtivo”, com a apresentação da nova missão do Inmetro a presidente do órgão, Angela Flôres Furtado, deu inicio a sua exposição durante a reunião plenária da ACMinas nessa terça-feira (23/07), na sede da entidade.  “A minha chegada ao Inmetro foi no sentido de fazer um choque de gestão mais próximo das urgências e necessidades do setor produtivo, da iniciativa privada e dar conformidade e segurança a população”, comentou.

Para Furtado a baixa performance, os efeitos adversos a economia, o desalinhamento com as melhores praticas internacionais e com as atuais políticas de governo são as principais razões para as mudanças propostas por sua gestão.  “Temos que trazer a segurança e a confiança para o consumo de bens disponíveis para comercialização, bem como promover a competitividade no setor produtivo. O que eu estou tentando implantar é o sentido de urgência e da necessidade de respostas rápidas”, destacou.

Na área internacional Angela reforçou que o Inmetro possui cerca de 60 acordos de cooperação vigentes com instituições congêneres espalhadas pelo mundo. Além de apresentar no cenário internacional a presença do Inmetro.

A presidente também apresentou o Inmetro através dos números aferidos em 2018. Na parte de regulação são 684 categorias de produtos regulados; 1.108 modelos/versões de automóveis de 34 diferentes marcas no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBE Veicular); 260 mil processos de anuência de produtos regulamentados; 1,9 mil processos de análise de licença de importação para anuência de instrumentos de medição e 300 relatos de acidentes de consumo recebidos pelo Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidentes de Consumo (Sinmac).

Já de fiscalização ela destacou que o Inmetro possui 28,6 milhões de instrumentos de medição verificados; 350 mil cronotacógrafos fiscalizados; 626 mil avaliações preliminares em produtos pré-embalados; 178 mil exames de indicação quantitativa e do conteúdo líquido de produtos pré-embalados e 635 mil ações de fiscalização em produtos com conformidade avaliada.

Para o presidente da ACMinas Aguinaldo Diniz Filho o caminho é longo, mas o trabalho que a presidente está desempenhando é abnegado. “Não imaginava a importância do Inmetro para todos os setores brasileiros, acredito que o trabalho que a atual presidente está desenvolvendo irá contribuir para o crescimento e o fomento do setor produtivo como um todo”.

Confira as fotos 

Faça download da apresentação 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.