Retorno de voos de longa distância pela Pampulha prejudicará desenvolvimento do Vetor Norte de BH

A  ACMinas – Associação Comercial e Empresarial de Minas conclama as autoridades competentes do governo federal à tomada de decisão definitiva que assegure  segurança jurídica para os investimentos e planos em andamento para o desenvolvimento e consolidação do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins.

Afasta o interesse dos investidores, prejudica a atenção dos operadores e interfere negativamente nos planos de desenvolvimento geridos pelas prefeituras do Vetor Norte de Belo Horizonte a sinalização de recuo e perdas inaceitáveis se não prevalecer a proibição do retorno das atividades com aeronaves comerciais de longa distância para o Aeroporto da Pampulha.

 

Lindolfo Paoliello

Presidente da ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.