Salário mínimo de 2021, R$ 1.100, está em vigor

Por: Leonardo Faria Lima – Economista ACMinas

Nesta última sexta-feira (1º de janeiro de 2021), entrou em vigor o novo valor do salário mínimo – R$ 1.100. Em 2020, o mínimo estava em R$ 1.045.

O acréscimo efetivado ficou em 5,26%, sendo baseado na previsão de alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Assim, não ocorreu o aumento real do salário mínimo, pois, a correção foi realizada apenas por meio da inflação.

Este é o terceiro valor definido para o salário mínimo de 2021. Em agosto do ano passado, a proposta do Orçamento Geral da União enviada para o congresso previa a quantia de R$ 1.067, e no dia 15 de dezembro a estimativa foi alterada para R$ 1.088.

Elevação das despesas governamentais

Segundo o Ministério da Economia, para cada R$ 1 de aumento no valor do salário mínimo, há o crescimento das despesas em R$ 351,1 milhões.

A correção do salário mínimo é garantida pela constituição federal de 1988 (artigo 7º, inciso VI) e ela não afeta o compromisso do governo com o cumprimento do teto de gastos e com a efetivação das medidas de ajuste fiscal.

Política de valorização real do salário mínimo

A política de valorização real do salário mínimo vigorou até 2019, ela estabelecia o reajuste do valor do salário mínimo com base na inflação do ano anterior (quantificada pelo INPC), mais o aumento do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes.

Em 2020, não houve um aumento real, porque, o reajuste foi efetivado apenas pelo INPC.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Posts recentes

Siga a ACMinas

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.