Vendas em setembro surpreendem o setor

Fonte: Diário do Comércio

O volume de vendas dos supermercados de Minas Gerais surpreendeu o setor em setembro. No último mês, o comércio de produtos nos estabelecimentos do Estado avançou 4,92% na comparação com igual período do ano passado. O resultado animou o segmento, que já visualiza um crescimento para 2017 superior ao previsto no início do ano. O dado é da pesquisa Termômetro de Vendas, divulgada ontem pela Associação Mineira de Supermercados (Amis).

Em fevereiro, a Amis havia anunciado uma projeção de aumento real das vendas para o setor da ordem de 1,7% em 2017. Apesar do maior otimismo no segundo semestre, a entidade evitou arriscar uma revisão para cima no índice, mas admitiu que o crescimento no ano tem tudo para ficar perto dos 2%. De janeiro a setembro, as vendas dos supermercados já acumulam alta de 2,16%.

“Não vamos fazer uma revisão da projeção, mas temos sinalização de que o indicador deve ficar bem próximo de 2%. É uma sensação e desejo. Acredito que vamos superar a marca de 1,7%”, revela o superintendente da Amis, Antônio Claret Nametala.

No confronto com agosto, os supermercados mineiros também registraram em setembro melhora na comercialização de produtos, que subiu 0,26%. Dentre as sete áreas pesquisadas no levantamento, a Zona da Mata (1,74%) e o Triângulo Mineiro (1,55%) foram os destaques, com crescimento acima da média na mesma base de comparação. Em seguida vieram Sul (0,68%), Centro-Oeste (0,02%) e Rio Doce (0,00%). As regiões Central (-0,27%) e Norte (-1,28%) apresentaram queda nas vendas.

Fatores – Setembro é tradicionalmente conhecido pelo setor por baixo desempenho no comércio. Entretanto, em 2017, alguns fatores como a recuperação no nível de renda do consumidor e a antecipação do pagamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas pelo governo federal para o fim de agosto e início do último mês acabaram influenciando positivamente nas vendas.

O fato de setembro ter tido um sábado a mais na comparação com agosto também pesou para o avanço. O dia é considerado o melhor em termos de vendas para os supermercados.

“Tivemos uma surpresa muito positiva em setembro. O crescimento em relação ao mesmo mês do ano passado beira ao patamar da anormalidade em outras épocas. Então, a gente pode inferir que tem um pouco mais de otimismo no mercado e o consumidor está voltando a ter uma tranquilidade maior em relação a suas receitas. E estamos torcendo para que isso permaneça”, completa Claret.

Assine nossa Newsletter

Receba nossa novidades em primeira mão por email.