Governador Romeu Zema Neto

Governador Romeu Zema Neto

Minas, celeiro de oportunidades

Minas Gerais desponta no cenário nacional como um Estado seguro, inovador e cujas decisões administrativas têm rendido bons frutos.

Em apenas dois anos, a estrutura governamental desinchou e ganhou eficiência. Foram várias medidas adotadas, muitas tantas ainda em construção, mas que já começam a surtir efeitos.

Na administração fazendária, o Estado iniciou um processo fervoroso de desburocratização, especialmente no que tange às obrigações acessórias. Foi justamente essa perspectiva que atraiu aos nossos horizontes uma das gigantes mundiais do e-commerce, a Amazon. Após tratativas com as secretarias de Desenvolvimento Econômico, por meio do Instituto Integrado de Desenvolvimento Econômico, e da Fazenda, a multinacional decidiu abrir um centro de distribuição em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Soma-se a ela a Mercado Livre, que também instalou uma unidade em Extrema, no Sul de Minas, aliás, uma das regiões que vêm expandindo e possui um potencial imenso.

Esses, são apenas dois dos exemplos mais recentes de como o Estado tornou-se agressivo na atração de investimentos. Não poderia deixar de mencionar a potencialidade que a região Norte de Minas apresenta, especialmente no que diz respeito à energia fotovoltaica. Por lá, temos maior incidência de raios solares que no Nordeste brasileiro.

Nesses dois anos, assinamos 78 bilhões em protocolos de investimentos. Tudo sem descuidar do meio ambiente. Muito antes pelo contrário. Temos uma preocupação especial quanto à preservação ambiental.

Esse ano de 2020 foi de muitos desafios. A crise de saúde pública imposta pelo coronavírus trouxe a necessidade ainda mais de inovação. Como muitos sabem, o Estado de Minas Gerais passou por uma forte deterioração econômica ao longo dos anos. Ciclo esse que começou a ser revertido em 2019, com reformas estruturais (administrativa, com redução de secretarias, e previdenciária) e uma gestão eficiente. Chegamos na pandemia ainda em uma situação fiscal delicada. Mas, sem muito alarde, posicionamos o Estado na liderança do melhor combate à Covid-19. Compramos os respiradores mais baratos, dobramos o número de leitos hospitalares em tempo recorde e fomos ágeis na tomada de decisões. Como resultado, Minas é o Estado com a menor taxa de óbitos por milhão de habitantes.

Enquanto cuidávamos da saúde dos mineiros, já nos precavíamos para os desdobramentos da crise na economia. Intensificamos nossas ações para o presente e para o futuro que nos espera. A palavra do pós- pandemia, certamente, será emprego.

Como assumi um Estado falido, já tinha um plano de Governo que perpassa por vários setores da administração pública justamente com o objetivo de gerar renda para os mineiros.

Por isso, temos um cenário infinito de oportunidades para investimentos. Já encaminhamos para a Assembleia Legislativa proposta de privatização da Codemig. Na sequência, outros ativos devem ganhar destaque.

Assim, dando um passo de cada vez e implementando métodos inovadores de gestão, calcados na transparência, ética e eficiência, estamos transformando Minas Gerais em um grande aliado de quem gera emprego e renda.

Aos que não conhecem as potencialidades mineiras, convido para uma imersão em um Estado moderno, com um Governo diferente. Àqueles que já estão instalados aqui, estamos abertos a um diálogo sempre construtivo e não temos barreiras à expansão. A Minas Gerais de hoje é um celeiro sem igual em oportunidades!

Romeu Zema

Governador de Minas Gerais

Insigne

Curabitur non nulla sit amet nisl tempus convallis quis ac lectus.

Services

Head Office