Prova de Vida para o INSS poderá ser feita na residência do beneficiário 

Os beneficiários com dificuldades de locomoção ou idosos acima de oitenta anos, sem procurador ou representante legal cadastrado, poderão solicitar a realização de prova de vida por intermédio de pesquisa externa, mediante o comparecimento de representante do INSS à residência ou local informado no requerimento. 

O requerimento para realização de comprovação de vida por meio de pesquisa externa, poderá ser efetuado por terceiros, por meio da Central 135, pelo Meu INSS ou outros canais a serem disponibilizados pelo INSS, sem a necessidade de cadastramento de procuração para esse fim específico ou do comparecimento do beneficiário ou interessado a uma Agência da Previdência Social – APS. 

Nos casos de beneficiários com dificuldades de locomoção, o requerimento para realização de comprovação de vida por meio de pesquisa externa deverá ser instruído com a comprovação da dificuldade de locomoção, mediante atestado médico ou declaração emitida pelo profissional médico competente, nos mesmos moldes dos documentos exigidos para inclusão de procuração para fins de recebimento de benefício. 

 

Fonte: Portaria nº 1321, do Presidente do INSS, de 02/07/2021 que pode ser encontrada no seguinte endereço eletrônico: https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-1.321-de-2-de-julho-de-2021-329783645